Eficácia e segurança de valganciclovir para prevenção da doença pelo citomegalovirus em pacientes transplantados
Efficacy and safety of valganciclovir for the prevention of cytomegalovirus disease in transplanted patients
Eficacia y seguridad de valganciclovir en la prevención de la enfermidad por citomegalovirus en los receptores de transplante

Ano de publicação: 2014

TECNOLOGIA:

Valganciclovir.

INDICAÇÃO:

Prevenção da doença por citomegalovírus em receptores de transplante de órgão sólido – rim, coração, pâncreas.

CARACTERIZAÇÃO DA TECNOLOGIA:

Valganciclovir é um medicamento antiviral, L-valil éster (pró-fármaco) do ganciclovir. Atua inibindo a síntese do DNA viral, por meio da inibição competitiva da incorporação da desoxiguanosina trifosfato pela DNA polimerase viral e pela incorporação do trifosfato de ganciclovir ao DNA viral.

PERGUNTA:

O uso do valganciclovir é mais eficaz e seguro que as alternativas terapêuticas existentes para prevenção da doença pelo citomegalovírus em receptores de transplante de órgão sólido? TECNOLOGIA: Valganciclovir.

INDICAÇÃO:

Prevenção da doença por citomegalovírus em receptores de transplante de órgão sólido – rim, coração, pâncreas.

CARACTERIZAÇÃO DA TECNOLOGIA:

Valganciclovir é um medicamento antiviral, L-valil éster (pró-fármaco) do ganciclovir. Atua inibindo a síntese do DNA viral, por meio da inibição competitiva da incorporação da desoxiguanosina trifosfato pela DNA polimerase viral e pela incorporação do trifosfato de ganciclovir ao DNA viral.

PERGUNTA:

O uso do valganciclovir é mais eficaz e seguro que as alternativas terapêuticas existentes para prevenção da doença pelo citomegalovírus em receptores de transplante de órgão sólido? BUSCA E QUALIDADE DAS EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS: Foram pesquisadas as bases de dados The Cochrane Library (via Bireme), Medline (via Pubmed), LILACS e Centre for Reviews and Dissemination (CRD). Incluíram-se revisões sistemáticas (RS) e metanálises de ensaios clínicos que comparassem valganciclovir com outros medicamentos antivirais. Os estudos foram avaliados segundo o sistema GRADE. Foi realizada, também, busca por avaliações de tecnologias em saúde (ATS) em sites de agências internacionais e da Rede Brasileira de Avaliação de Tecnologias em Saúde (REBRATS).

RESUMO DOS RESULTADOS DOS ESTUDOS SELECIONADOS:

Foram selecionadas sete revisões sistemáticas, cuja qualidade variou de muito baixa a baixa. A maioria delas não mostrou eficácia significativamente superior do valganciclovir na prevenção da doença pelo citomegalovírus em pacientes receptores de transplante de órgãos sólidos, quando comparado às alternativas terapêuticas existentes. Além disso, o seu uso, sobretudo na dose de 900mg/dia, mostrou-se estatisticamente associado ao risco de desenvolvimento de leucopenia e/ou neutropenia. Não foi recuperada nenhuma ATS nos sites da REBRATS e das principais agências internacionais.

RECOMENDAÇÕES:

Considerando a qualidade da evidência, os resultados apresentados e o maior custo frente às alternativas terapêuticas existentes, recomenda-se fracamente contra o uso do valganciclovir na prevenção da doença pelo citomegalovírus em pacientes receptores de transplante de órgãos sólidos. Contudo, mais estudos transplante-específicos são necessários para avaliação da sua eficácia, conforme o tipo de órgão sólido transplantado.(AU)

TECHNOLOGY:

Valganciclovir.

INDICATION:

Prevention of cytomegalovirus disease in solid organ transplant recipients.

CHARACTERIZATION OF THE TECHNOLOGY:

Valganciclovir is an antiviral drug, L-valyl ester (prodrug) of ganciclovir. It acts by inhibiting the viral DNA synthesis by a competitive inhibition of deoxyguanosine triphosphate incorporation to the viral DNA.

QUESTION:

Is valganciclovir more effective and safer than other available therapies for cytomegalovirus prevention in solid organ transplant patients? ? SEARCH AND ANALYSIS OF SCIENTIFIC EVIDENCE: We searched the Medline (via Pubmed), The Cochrane Library (via Bireme), Lilacs and the Centre for Reviews Dissemination (CRD). Systematic Reviews (SR) of clinical trials comparing valganciclovir to other antiviral drugs were included. Health Technologies Assessment (HTA) reports of international agencies were also searched. The quality of evidence and strength of recommendation were assessed using the GRADE system.

SUMMARY OF RESULTS OF SELECTED STUDIES:

Seven SR were included and most of them presented low quality. None showed significantly superior efficacy of valganciclovir in cytomegalovirus prevention in solid organ transplants patients, when compared to therapeutic alternatives. In addition, its use, especially in 900mg/day dose, was statistically associated with the risk of leucopenia or neutropenia. We did not include any HTA.

RECOMMENDATIONS:

The strength of recommendation is weak against valganciclovir for cytomegalovirus prevention in solid organ transplants patients, considering the quality of the evidence and the higher cost of treatment compared to therapeutic alternatives. However, more transplant-specific studies are needed to evaluate its effectiveness in each type of solid organ transplant.(AU)

TECNOLOGÍA:

Valganciclovir.

INDICACIÓN:

La prevención de la enfermedad por citomegalovirus en los receptores de trasplante de órgano sólido.

CARACTERIZACIÓN DE LA TECNOLOGÍA:

El valganciclovir es un fármaco antiviral, éster L-valina (profármaco) del ganciclovir. Actúa mediante la inhibición de la síntesis de ADN viral por medio de la inhibición competitiva de la incorporación de trifosfato de desoxiguanosina por la ADN polimerasa viral y la incorporación de trifosfato de ganciclovir para el ADN viral.

PREGUNTA:

¿El uso de valganciclovir es más eficaz y más seguro que las alternativas terapéuticas existentes para la prevención de la enfermedad por citomegalovirus en los receptores de trasplante de órgano sólido? BÚSQUEDA Y ANÁLISIS DE LA EVIDENCIA CIENTÍFICA: Las bases de datos de la Cochrane Library (vía Bireme), MEDLINE (vía PubMed), LILACS y Centro de Revisiones y Difusión (CRD) fueron investigados. Se incluyeron revisiones sistemáticas (SR) y meta-análisis de los ensayos clínicos que compararon valganciclovir con otros antivirales. Los estudios fueron evaluados de acuerdo con el sistema GRADE.También se seleccionaron Evaluaciones de Tecnologías Sanitarias (ETS) en los sitios de agencias internacionales.

RESUMEN DE LOS RESULTADOS DE LOS ESTUDIOS SELECCIONADOS:

Siete revisiones sistemáticas fueron seleccionadas, cuya calidad varió de muy bajo a bajo. La mayoría no mostró ninguna eficacia significativamente superior de valganciclovir en la prevención de la enfermedad por citomegalovirus en pacientes que reciben trasplantes de órganos sólidos, en comparación con las alternativas terapéuticas existentes. Además, su uso, especialmente en dosis de 900mg/dia, mostró estar estadísticamente asociado con el riesgo de leucopenia y / o neutropenia. No se incluyó ninguna ETS.

RECOMENDACIONES:

Debido a baja calidad de las pruebas, a los resultados presentados y el mayor costo hacia las alternativas terapéuticas existentes, el uso del valganciclovir, en la prevención de la enfermedad por citomegalovirus en pacientes que reciben trasplantes de órganos sólidos, es débilmente recomendado contra. Sin embargo, se necesitan adicionales estudios de trasplante específico para evaluar su eficacia, conforme el tipo de trasplante de órganos sólidos.(AU)

Mais relacionados