Síntese de evidências qualitativas para informar políticas de saúde

    Publication year: 2019

    Sínteses de evidências qualitativas (SEQs) têm sido crescentemente utilizadas na área da saúde e novos métodos têm proliferado. O aumento da demanda por SEQs é impulsionado principalmente pelo reconhecimento de que evidências sobre efetividade não são suficientes para melhorar a saúde, sendo preciso agregar evidências sobre as percepções dos envolvidos, além da viabilidade e componentes contextuais que obstaculizam ou favorecem implementação e equidade – categorias melhor exploradas por metodologias qualitativas. Este artigo introdutório fornece um panorama sobre o tema, servindo também como um roteiro para as metodologias de SEQs. Primeiramente, apresentamos elementos sobre pesquisa qualitativa primária, paradigmas, tipos de perguntas e metodologias adequadas para respondê-las. Em seguida, fornecemos informações sobre o que são SEQs, os tipos de perguntas que elas ajudam a responder, em contextos de políticas e tomada de decisões em saúde, além de exemplos sobre seu uso em processos de desenvolvimento de diretrizes e para fins de avaliação de tecnologias em saúde. Por fim, disponibilizamos um guia sintético sobre onde encontrar orientações metodológicas para a condução de diferentes aspectos do processo de revisão, incluindo como formular uma pergunta, buscar na literatura, escolher um método de síntese, avaliar a confiança nos resultados de estudos primários e achados da revisão e relatar uma SEQ.