Activators of processes of change: a proposal oriented to the transformation of educational practices and the training of health professionals
Ativadores de processos de mudança: uma proposta orientada à transformação das práticas educacionais e da formação de profissionais de saúde

Ciênc. saúde coletiva; 20 (1), 2015
Publication year: 2015

This paper investigates an educational proposal articulated through a policy of the Ministry of Health, which aims to promote changes in the training of health professionals. An inter-institutional partnership promoted the training of specialists as Activators of Processes of Change. This study analyzes the characteristics of a post-graduate semi-distance-learning course, examining the transformation potential of health praxis. It involves the analysis of documents and interviews published in official reports of the course addressing competency profile construction, the political-pedagogical project and management and evaluation of the proposal. The analysis of data and information used the principles of the meaning interpretation method as a reference. The educational praxis of the tutors was transformed, since students became professionals in change activation. 698 activators were qualified, with a loss of 12.9%. The characteristics of the proposal enhanced participants' involvement in the construction of new capacities, highlighting the broadening of analysis and intervention in reality. Eliciting the potential of individuals and the group, and the spaces for reflection proved to be the main achievement in the construction of educational projects, in the context of the Unified Health System.
O artigo explora uma proposta educacional articulada a uma política do Ministério da Saúde, orientada a mudanças na formação de profissionais de saúde. Uma parceria interinstitucional promoveu a capacitação de especialistas em Ativação de Processos de Mudança. Este estudo objetiva analisar as características de um curso de pós-graduação semipresencial, com vistas ao potencial de transformação de práticas na saúde. Foi feita análise documental e de depoimentos divulgados em relatórios oficiais do curso abordando a construção do perfil de competência, o projeto político-pedagógico a gestão e a avaliação da proposta. A análise de dados e informações tomou como referência os princípios do método de interpretação de sentidos. A prática educacional dos tutores foi transformada à medida que esses formavam profissionais em ativação de mudanças. Foram certificados 698 ativadores, com perda de 12,9% dos participantes. As características da proposta potencializaram o envolvimento dos participantes na construção de novas capacidades, destacando a ampliação da análise e intervenção na realidade. Apostar na potencialidade dos sujeitos e dos coletivos e em espaços para reflexão mostrou ser a principal conquista alcançada na construção de projetos educacionais no contexto do Sistema Único de Saúde.